X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Alegando ter sido 'expulsa', Sol Almeida pede R$ 5 milhões de indenização ao Aviões do Forró

Alegando ter sido

A artista era sócia da banda e foi integrante do conjunto por 15 anos.

Após dois anos de seguir carreira solo, a cantora Sol Almeida entrou com um processo contra o Grupo Aviões na Vara Cível na Comarca de Fortaleza. A artista era sócia da banda e foi integrante do conjunto por 15 anos. De acordo com informações do O Povo, a baiana pede cota de participação de 25% referente ao patrimônio da banda, com valor estimado de R$ 5 milhões.

A justificativa para tal atitude seria que "ela foi expulsa sem acordo prévio". “Ocorre que em setembro de 2016 os sócios Carlinhos Aristides e Isaias CD – sem qualquer justificativa para tanto! – comunicaram a cantora Solange Almeida que a ‘banda’ não tinha mais interesse na sua permanência, como se isso fosse possível, e que a mesma só era bem vinda até o término do carnaval de 2017, o que de fato se concretizou em 28/02/2017”, detalha o processo.

Ainda no documento, Sol pediu que os bens como ônibus, valores bancários e empreendimentos fossem bloqueados para que garantissem a cota de direito. Entretanto, o juiz responsável pela análise da tutela de urgência indeferiu o pedido, pelo fato dela ter entrado com o processo após dois anos da saída do grupo.

O empresário do Grupo Aviões, Carlinhos Aristides, disse estar passando por um momento triste por conta da morte de Gabriel Diniz. “Amanhã vamos emitir uma nota sobre esse caso”, pontuou. Vale lembrar que em setembro de 2018, a cantora declarou que deixou a banda para evitar uma tragédia 

 

Informações do Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados