X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

'Árida': Estúdio baiano cria jogo com teor político sobre sobrevivência no sertão

O produto apresenta uma questão política, já que muitos associam o Nordeste ao atraso social.

O estúdio baiano Aoca Game Lab lançou na última quinta-feira (15) o jogo "Árida: O Despertar do Sertão", que se passa no serão da Bahia. A ideia dos criadores é incentivar o jogador a explorar o ambiente, mas preocupados com os recursos para se manter vivo. "Quando se coloca isso dentro de um jogo, que é algo que as pessoas associam a diversão, rola uma confusão mental e isso é legal também fazer esse tipo de provocação", explicou o produtor Filipe Pereira ao Uol.

O produto apresenta uma questão política, já que muitos associam o Nordeste ao atraso social. Outra característica explorada é o contexto histórico: o enredo leva o jogador a 1896, nos arredores de Canudos, lugar e época marcados na história brasileira por um conflito entre a recém-instaurada república e o grupo liderado por Antônio Conselheiro. A Guerra de Canudos resultou na morte de mais de 25 mil pessoas.

O Jogo teve o financiamento de R$ 80 mil da Secretaria do Estado da Bahia,  por meio de um edital de cultura realizado em 2014. Além disso, uma continuação já está sendo desenvolvida pelo estúdio, que também foi financiado por edital, dessa vez da Agência Nacional do Cinema (Ancine), e recebeu R$ 250 mil. A previsão é que o próximo game seja lançado no começo de 2020.

 

Com informações do site Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados