X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Bolsonaro lamenta atentados nos Estados Unidos

Bolsonaro lamenta atentados nos Estados Unidos

O primeiro terminou com 20 mortos e 26 feridos. Já o segundo deixou nove mortos e ao menos 27 feridos.

O presidente Jair Bolsonaro comentou os dois atentados registrados neste fim-de-semana nos Estado Unidos, que deixaram dezenas de mortos e feridos. Os dois ataques ocorreram nas cidades de El Paso (Texas) e Dayton (Ohio). O primeiro terminou com 20 mortos e 26 feridos. Já o segundo deixou nove mortos e ao menos 27 feridos.

“Lamento. Já aconteceu no Brasil também. Agora não é desarmando o povo que você vai evitar isso aí. O Brasil no papel é extremamente desarmado e já aconteceu coisa como essa aqui no Brasil”, disse. O presidente conversou com jornalistas neste domingo na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial do governante.

El Paso
Em El Paso, um jovem de 21 anos abriu fogo na tarde deste sábado (3) em um supermercado, deixando pelo menos 20 mortos e outros 26 feridos. Autoridades investigam a hipótese de o ataque ter sido um crime de ódio. Em um manifesto, o suspeito teria afirmado que a ação era uma resposta à suposta invasão latina no Texas.

Dayton
A polícia de Dayton afirmou que o ataque começou por volta de 1h (horário local) e que o FBI (departamento federal de investigação dos Estados Unidos) está ajudando na investigação. O tiroteio ocorreu no bar Ned Peppers, a oeste do centro de Dayton, deixando nove mortos e ao menos 27 feridos.

A polícia acredita que a ação foi conduzida por apenas um atirador e ainda não identificou o suspeito e os motivos do ataque. O tiroteio ocorreu num bairro histórico da cidade de 140 mil habitantes, onde estão localizados diversos bares, restaurantes e teatros. A região é considerada segura pelas autoridades.

Parentes
Bolsonaro também respondeu a questionamentos de jornalistas sobre matéria do jornal O Globo segundo a qual os mandatos dele e dos filhos teriam empregado mais de 100 pessoas com laços familiares.

O presidente afirmou que já empregou parentes mas minimizou problemas nas contratações. “Você acha meus filhos incompetentes? Quando coloquei parentes da Ana Cristina [ex-esposa] eu não era casado com ela. Vou devolver porque casei com ela?”, indagou.

Bolsonaro falou sobre a indicação do filho, deputado Eduardo Bolsonaro, para a embaixada dos Estados Unidos. “Sim, o Senado pode barrar. Mas vocês têm notícia de alguém barrado?”, perguntou aos jornalistas.

INPE
O presidente disse que a exoneração do diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Ricardo Galvão, foi decisão sua. “Certas coisas eu não peço, eu mando. Não tinha clima para continuar, mesmo que provasse que os dados estavam certos. A forma como foi divulgado aí fica complicado”, justificou.

 

Com informações do site Agência Brasil

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados