X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Cadastramento biométrico: TRE vai priorizar agendamentos por telefone ou internet

Cadastramento biométrico: TRE vai priorizar agendamentos por telefone ou internet

Na ocasião, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Jatahy Fonseca Junior, apresentou o processo aos deputados estaduais.

O cadastramento biométrico dos eleitores baianos foi tema de uma audiência pública realizada nessa segunda-feira (3), na sede da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Na ocasião, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Jatahy Fonseca Junior, apresentou o processo aos deputados estaduais.

"Escolhi a Assembleia para anunciar as novidades por ser ela o Poder mais legítimo entre os Poderes. Verdadeiramente a Casa do Povo", exaltou o desembargador. Ao longo da audiência, o magistrado explicou que a nova formatação do processo de biometrização prevê parcerias com as prefeituras para a instalação de postos de cadastramento nos municípios onde não há cartório eleitoral e também em grandes distritos. A nova prioridade de atendimento nesta nova fase serão os eleitores que agendarem o cadastramento por telefone (0800 071 6505) ou pela internet (clique aqui).

Para o presidente da AL-BA, Nelson Leal (PP), a adesão à biometria é pequena justamente por conta do deslocamento, já que muitas pessoas precisam viajar. Como exemplo, ele cita o município de Ipupiara, no Oeste do estado, cujo cartório eleitoral fica a uma distância de 109 quilômetros, em Oliveira dos Brejinhos.

"Precisamos de um grande mutirão, porque as maiores dificuldades estão justamente nas cidades que perderam cartórios eleitorais e a pouca participação do eleitorado pode favorecer quem tem mais condições econômicas", ressalta Leal, que participou da sessão.

De acordo com o deputado estadual, 70% dos eleitores dos grandes municípios fizeram biometria, mas nos pequenos municípios a situação é inversa.  Diante desse cenário, ele demonstra preocupação com a legitimidade das eleições municipais em 2020.

 

Com informações do Bahia Noticias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados