X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Com baianos, movimento quer formar políticos 'suprapartidários' com financiamento privado

Com baianos, movimento quer formar políticos

O Renova Brasil é um deles, entre os vários da iniciativa privada, com o objetivo de preparar novas lideranças para entrarem para a política.

O financiamento de cursos preparatórios para a formação politica é um fenômeno crescente, que tenta formar lideranças para concorrer a cargos públicos com a ideia de promover a renovação no processo eleitoral brasileiro. A seleção permite que pessoas de diversos partidos, com diferentes ideias e de todo o Brasil, sejam integradas. 

O Renova Brasil é um deles, entre os vários da iniciativa privada, com o objetivo de preparar novas lideranças para entrarem para a política. Porém, esse formato de financiamento não é recente como revela o cientista politico Cláudio André de Souza.

"Há um tempo, desde junho de 2013, nós temos visto a articulação de grupos políticos com o apoio do empresariado, que tem se preocupado com o discurso de renovar a politica, sobretudo, com relação a representatividade, as mulheres, os mais jovens. A ideia que eles apresentam é que é necessário investir na formação de uma carreira, eles são coachs eleitorais", analisa Cláudio.

Aprovado no processo seletivo mais recente do Renova Brasil, o fisioterapeuta da cidade de Cachoeira, Jardel Barros, ressalta que nunca teve coragem de participar da política, mas que vê como importante a crença da população nessa atividade, praticamente criminalizada ao longos dos últimos anos. Para ele, sem a participação popular será mais difícil qualquer tentativa de transformação social. 

"Eu fiquei meio cético por ter algum pequeno grupo de endinheirados que patrocinassem pessoas que tivessem que apoiar os interesses políticos desse grupo. Estudei e pesquisei com amigos que já tinham participado. Realmente é uma escola de formação politica neutra, com pessoas de diversos posicionamentos que busca realmente uma mudança", sugeriu Jardel.

A soteropolitana Isabela Sousa, que "nasceu" em Campinas de Pirajá, já participou de projetos semelhantes como o Mapa da Educação, capitaneado pela deputada federal Tabata Amaral (PDT), que também teve sua inserção no campo político após financiamento do RenovaBR.

"O RenovaBR é um financiamento privado, mas não é. Todas as pessoas podem investir. As pessoas que estão insatisfeitas com o sistema político, não adianta investir em novas pessoas, com velhas práticas. De certa forma eles acreditam nisso, e que tenham retorno", disse Isabela ao Bahia Notícias.

 

Com informações do site Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados