X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Com valores escalonados, governo estuda pagar mais três parcelas do auxílio emergencial

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Com valores escalonados, governo estuda pagar mais três parcelas do auxílio emergencial
O auxílio está sendo pago em três parcelas de R$ 600, sendo que a última se refere ao mês de junho. O presidente Jair Bolsonaro estaria considerando pagar de forma escalonada as próximas parcelas: R$ 500 em julho, R$ 400 em agosto e R$ 300 em setembro.

Ogoverno federal irá prorrogar o auxílio emergencial para os trabalhadores informais. No entanto, ainda analisará a duração e o valor do benefício. As informações são da colunista do G1 e comentarista da GloboNews Cristiana Lôbo. 

O auxílio está sendo pago em três parcelas de R$ 600, sendo que a última se refere ao mês de junho. O presidente Jair Bolsonaro estaria considerando pagar de forma escalonada as próximas parcelas: R$ 500 em julho, R$ 400 em agosto e R$ 300 em setembro. 

A ideia teria sido bem vista pela ala política do governo, pois permitiria que o beneficiário se ‘preparasse’ para o fim do pagamento do auxílio emergencial. Além disso, daria tempo de a administração pública preparar o programa Renda Brasil, que reunirá diversas iniciativas sociais e deve ser lançado até o fim do segundo semestre.

Apesar de a equipe econômica do governo evitar falar sobre o assunto, o que é divulgado até o momento é que seria possível continuar com o auxilio emergencial pelos próximos dois meses e pagando apenas R$ 300 por parcela. Contudo, a decisão está nas mãos do presidente Jair Bolsonaro.

 

Com informações do site BNEWS

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter