X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Especialista fala sobre doenças genéticas de filhos entre primos de primeiro grau

Especialista fala sobre doenças genéticas de filhos entre primos de primeiro grau

Segundo ela, "o casamento entre primos não é uma situação nova e nem é uma situação rara.

O Nacional Jovem desta segunda-feira (13) traz à tona um tema que já foi bastante comum nas famílias: o casamento entre parentes. Muitas pessoas já devem ter passado por algum namorico com primo ou prima ou conhecem alguém que já viveu uma situação bem parecida com essa. Mas quais os riscos genéticos para os filhos? Sobre esse assunto, Ediléia Martins conversou com a geneticista Carolina Fischinger.

Segundo ela, "o casamento entre primos não é uma situação nova e nem é uma situação rara. No Brasil, estima-se que 2% a 3% dos casais tenha algum tipo de parentesco. Geralmente entre primos de 1º e 2º grau. É importante que a gente possa expressar isso porque não há nenhuma proibição e nada que seja errado. Apenas o casal deve saber que há uma chance maior de algumas condições genéticas que devem ser avaliadas".

Geralmente casais primos, antes de terem filhos, recomenda-se que se consultem com um médico geneticista para fazer o aconselhamento genético. Para este casal, o risco de má-formação ou algum tipo de deficiência chega a 6%. Caso não tenha nenhum histórico de doenças genéticas na família. 

 

Com informações do site Agência Brasil

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados