X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Ex de Ronaldinho confirma agressão de craque: 'Me empurrou com força'

Ex de Ronaldinho confirma agressão de craque:

Após a agressão, Ronaldinho mandou Priscilla pegar as coisas dela e ir embora.

A ex-mulher de Ronaldinho Gaúcho, Priscilla Coelho, confirmou ter sido agredida pelo craque em dezembro de 2018. Em entrevista do site "Uol", ela contou que a violência foi o motivo por entrar com um processo contra o ex-jogador, em que pede uma indenização e a partilha dos bens adquiridos por ele entre 2012 e 2018, período em que estiveram juntos com outra mulher.

"Me arrependo amargamente de não ter chamado a polícia. Durante uma briga, ele me empurrou com força e eu caí no jardim do vizinho. Tinha espinhos na grama e eu me machuquei bastante. Passei duas horas ali, chorando, sem acreditar no que tinha acontecido. Não denunciei porque pensei que pudéssemos conversar e nos resolver; afinal, foram seis anos juntos. Mas me enganei", afirmou.

Junto com Priscilla e Ronaldinho, o triângulo amoroso era completado por uma mulher chamada Beatriz. Os três moram juntos no apartamento do ex-atleta na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A briga aconteceu durante uma festa.

"Uma ex-namorada dele ligou duas vezes. Na segunda vez, o celular dele estava comigo. Eu entreguei o aparelho ao Ronaldo e disse: 'É ela, de novo'. Ele ficou bravo e falou que ex-namoradas poderiam ligar a hora que quisessem e que se eu estivesse insatisfeita, deveria pegar minhas coisas e ir embora. Falei que ele não tinha me achado no lixo e que não tinha direito de me tratar assim", contou.

Após a agressão, Ronaldinho mandou Priscilla pegar as coisas dela e ir embora.

"Ele me pegou pelo braço e disse que me ajudaria a arrumar minhas coisas para que eu saísse. Pedi pra conversar, mas ele entrou no carro pra sair de casa. Fui atrás, e ele me empurrou com força. Passei três dias sem comer, trancada no quarto, tentando falar com ele", completou.

Priscilla Coelho deixou o apartamento e voltou para Belo Horizonte. Demitida no ano passado de um emprego na área de marketing, atualmente ela trabalha como motorista de aplicativo e mora com uma tia na capital mineira.

 

Com informações do site Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados