X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

França multa Google em 220 milhões de euros por monopólio em publicidade

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
França multa Google em 220 milhões de euros por monopólio em publicidade

A França divulgou nessa segunda-feira (07) a aplicação de uma multa de 220 milhões de euros à empresa de tecnologia Google.

Após receber denúncias de grupos de comunicação, como News Corp, Le Figaro e Rossel, a agência reguladora francesa acusa a Big Tech de ter exercido monopólio no setor de publicidade digital.

“Essas práticas foram particularmente sérias devido ao seu poderoso impacto sobre os intermediários de publicidade online”, afirmou o departamento de concorrência francesa.

“É a primeira decisão no mundo que investiga o complexo algoritmo que define os leilões da publicidade online. Tais práticas penalizam os concorrentes do Google no mercado, assim como os editores de sites e aplicativos”, disse o comunicado.

“A autoridade lembra que uma empresa em posição dominante está sujeita a uma responsabilidade particular, a de não prejudicar”, acrescentou o comunicado do departamento francês.

“A decisão de multar o Google é particularmente significativa, pois é a primeira em todo o mundo a lidar com processos complexos de leilão algorítmicos usados para exibição de publicidade on-line”, disse Isabelle de Silva, que chefia o órgão regulador da França, em um comunicado.

“A autoridade [reguladora francesa] constatou que o Google deu tratamento preferencial a suas tecnologias apresentadas sob a marca Google Ad Manager”, indicou a instituição.

“As práticas questionadas são particularmente graves porque afetaram os concorrentes do Google no mercado das SSP [plataformas nas quais os editores colocam à venda seus espaços publicitários] e os editores de sites e aplicativos móveis, entre eles as editoras de imprensa”, acrescentou a Big Tech.

O Google, no entanto, “não questionou os fatos”, mas solicitou um acordo, propondo mudanças de suas medidas.

POR: TERÇA LIVRE

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter