X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Massagista do Santos é preso por suspeita de estupro e pedofilia

Massagista do Santos é preso por suspeita de estupro e pedofilia

Clovis, que nega as acusações, foi detido na última terça-feira (18), em Lindóia, no interior paulista, onde moram vítimas que já foram identificadas.

O auxiliar de enfermagem Clovis Aparecido Vesco, de 61 anos, foi preso no 5.° Distrito Policial de Santos, litoral sul de São Paulo, por suspeita de estupro e pedofilia. Ele trabalha como massagista no time profissional do Santos desde 2010.

A ordem de prisão foi decretada pela 4.ª Vara Criminal de Santos, a pedido do Ministério Público Estadual (MPE), com base nas investigações da delegada Fernanda dos Santos Sousa, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos.

Clovis, que nega as acusações, foi detido na última terça-feira (18), em Lindóia, no interior paulista, onde moram vítimas que já foram identificadas. O advogado Eduardo Roberto Leite Filho, que defende o massagista, declarou que a acusação é "descabida".

Através de nota, o Santos informou em nota oficial que a prisão do massagista não tem relação com suas atividades no clube, mas se colocou à disposição das autoridades por se tratarem de "fatos repugnantes".

 

Com informações do site Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter