X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Moro ironiza nova reportagem publicada pela Folha em parceria com The Intercept Brasil: 'É sério isso?'

Moro ironiza nova reportagem publicada pela Folha em parceria com The Intercept Brasil:

Moro ironizou a publicação e voltou a questionar a veracidade das mensagens tornadas públicas.

O ministro da Justiça Sergio Moro usou seu Twitter na manhã deste domingo (7) para comentar a nova reportagem fruto da parceria entre o site The Intercept Brasil e o jornal Folha de São Paulo. Os veículos apuraram que integrantes da força-tarefa da Lava Jato se mobilizaram para expor informações sigilosas sobre corrupção na Venezuela após receber uma sugestão do então juiz federal da operação Lava Jato. 

Moro ironizou a publicação e voltou a questionar a veracidade das mensagens tornadas públicas. “Novos crimes cometidos pela Operação Lava Jato segundo a Folha de São Paulo e seu novo parceiro, supostas discussões para tornar públicos crimes de suborno da Odebrecht na Venezuela, país no qual juízes e procuradores são perseguidos e não podem agir com autonomia. É sério isso?”, escreveu.

Em 2016, a Odebrecht reconheceu ter pago propina para viabilizar negócios em 11 países além do Brasil, incluindo a Venezuela. Contudo, as informações fornecidas pela empresa e por seus executivos em regime de colaboração premiada foram mantidas sob sigilo pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O acordo fechado pela empreiteira e assinado com autoridades brasileiras, norte americanas e suíças estabelece que estas informações só podem ser compartilhadas com investigadores de outros países se estes garantirem que não tomarão medidas contra a empresa e os executivos que delatoram. As mensagens trocadas entre Moro e o procurador Deltan Dallagnol apontam que o ex-juiz sugeriu que os termos do acordo fossem burlados e que membros do Ministério Público Federal (MPF) discutiram formas de contornar os limites da colaboração.

 

Com informmações do site BNews

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados