X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Oito cidades de SC participam de estudo sobre alimentação infantil

Oito cidades de SC participam de estudo sobre alimentação infantil

Os pesquisadores vão visitar 920 domicílios até o final do mês.

Oito municípios de Santa Catarina estão participando de Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani), encomendado pelo Ministério da Saúde, para mapear a alimentação das crianças de até 5 anos no Brasil. Os pesquisadores vão visitar 920 domicílios até o final do mês.
As cidades que participam do levantamento são: Florianópolis, Blumenau, no Vale do Itajaí, Camboriú, no Litoral Norte catarinense, Criciúma, no Sul, Jaraguá do Sul e Joinville, no Norte, além de Palhoçae São José, na Grande Florianópolis.
Como uma espécie de "censo da nutrição", a pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), faz a avaliação do peso, estatura e exames de sangue de crianças participantes.
O objetivo é obter dados inéditos sobre o crescimento e o desenvolvimento infantil para compor um retrato da nutrição infantil no Brasil, que possa subsidiar a elaboração de políticas públicas na área de saúde e nutrição no futuro.
Essa é a segunda fase do inquérito, que, pela primeira vez no país, terá pesquisadores visitando 15 mil domicílios em 123 municípios para coletar informações detalhadas sobre hábitos alimentares.
Além disso, a pesquisa agrega informações sobre amamentação, doação de leite humano, consumo de suplementos de vitaminas e minerais, habilidades culinárias, ambiente alimentar e condições sociais da família.
 

Entrevistas
 
Os pesquisadores estão identificados com camisas e crachás contendo o nome e a fotografia do entrevistador, além do logotipo do Ministério da Saúde. Veja aqui quem são os pesquisadores que trabalham em Santa Catarina.
Os dados informados são sigilosos e os nomes das crianças ou dos seus responsáveis não serão identificados. A participação dos indivíduos é voluntária.
No início da pesquisa, o entrevistador explicará todos os procedimentos e entregará aos participantes um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Esse documento informa sobre todos os detalhes do estudo e orienta como o selecionado pode entrar em contato com a central do estudo para tirar quaisquer dúvidas que surjam, incluindo a opção gratuita de ligar para o número 0800 808 0990.

A realização da pesquisa segue rigorosa metodologia científica e foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da UFRJ.

 

 

Informações do G1

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados