X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Passarelas e viadutos em Salvador serão reestruturados para prevenir suicídios

Passarelas e viadutos em Salvador serão reestruturados para prevenir suicídios

Segundo o superintendente da Desal, Marcílio Bastos, Alden apresentou dados de outros países e, neste levantamento, demonstrou que as duas estruturas possuem os maiores índices da cidade no que se refere à tentativa de suicídio.

Em meio ao Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio, Salvador se readequa para que viadutos e passarelas da cidade sejam reestruturados para evitar novos casos. A informação foi divulgada ao Bahia Notícias pelo deputado estadual Capitão Alden (PSL), que articulou a proposta com o prefeito ACM Neto (DEM) e a Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal). No acordo, ficou definido que as novas estruturas contarão com um "kit básico" de prevenção. Além delas, dois viadutos já existentes servirão como “plano piloto”: Ogunjá (entre Brotas e Ogunjá) e Marechal Mascarenhas de Moraes (entre Federação e Av. Garibaldi).

Segundo o superintendente da Desal, Marcílio Bastos, Alden apresentou dados de outros países e, neste levantamento, demonstrou que as duas estruturas possuem os maiores índices da cidade no que se refere à tentativa de suicídio. “Eles devem passar pelo próprio programa de recuperação que está sendo feito e, em paralelo, vamos trabalhar esta medida protetiva de forma que façamos um projeto piloto. Alguns modelos que vimos são muito agressivos. Entendemos que isso poderia estimular outro tipo de violência, por exemplo. Estamos estudando o material mais adequado para que faça parte do projeto arquitetônico da própria obra de arte que é um viaduto”, indicou, em entrevista ao Bahia Notícias.

Segundo Bastos, a Desal conta com a parceria da Superintendência de Obras Públicas do Salvador (Sucop) para quantificar a medida no orçamento das novas estruturas. Ele ainda pontuou que estudos estão sendo feitos para viabilizar as modificações. “Estamos estudando qual o tipo de proteção mais adequada e economicamente viável, e que também atenda a questão do vandalismo e as intempéries, como a maresia na cidade que é muito forte. Já fizemos o projeto de forma que dificulte a pessoa subir, mesmo instalado”, disse, ressaltando que as grandes serão personalizadas com imagens da cidade e mensagens de conscientização contra o suicídio.

PROJETO DO DEPUTADO
Um projeto de lei proposto por Alden à Assembleia Legislativa no início do ano sugeria que a medida se tornasse mais ampla, se estendendo por todo o estado, “em locais de grande fluxo de veículos e em locais onde apresentam maior número de ocorrências de suicídio”.

Além das grades, ele propôs a instalação nas estruturas de aparelho telefônico, com ligação direta com o centro de prevenção de suicídios ou outros números de emergência.

Inicialmente, o projeto de lei proposto foi indeferido pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Vitor Bonfim (PL). Na última terça-feira (2), ele modificou partes da matéria e reenviou como forma de indicação ao governador Rui Costa (PT). O texto será apreciado na Casa.

 

Com informações do site Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados