X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Pedidos de seguro-desemprego no Brasil subiram 35% na primeira quinzena de junho

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Pedidos de seguro-desemprego no Brasil subiram 35% na primeira quinzena de junho
Os números foram obtidos com base nos atendimentos presenciais, que acontecem nas unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e das Superintendências Regionais do Trabalho, nos requerimentos virtuais.

Um levantamento da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia mostra que os pedidos de seguro-desemprego, de trabalhadores com carteira assinada, subiram 35% na primeira quinzena de junho, em comparação com o mesmo período em 2019. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (25/6).

Os números foram obtidos com base nos atendimentos presenciais, que acontecem nas unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e das Superintendências Regionais do Trabalho, nos requerimentos virtuais.

Ao todo, nos primeiros 15 dias do mês, 351.315 benefícios de seguro-desemprego foram requeridos, contra 260.228 do ano passado, no mesmo período. 

No entanto, apesar da alta, o levantamento também mostra que os pedidos de seguro-desemprego cresceram em ritmo menor no acumulado do ano, tendo somado 3.648.762 de 2 de janeiro a 15 de junho de 2020. Em 2019, o número foi de 3.194.122, no mesmo período, o que representa um aumento de 14,2%.

PERFIL

Com relação a faixa etária dos requerentes do seguro-desemprego nessa primeira quinzena de junho, a maioria dos solicitantes está entre 30 e 39 anos (32%). Quanto à escolaridade,  60,4% têm ensino médio completo. Com relação ao gênero, os homens foram a maioria (60,2%).

REGIÕES

Os estados com o maior número de pedidos foram São Paulo (109.278), Minas Gerais (37.130) e Rio de Janeiro (28.507) e os que tiveram maior proporção de requerimentos via web foram Acre (98,1%), Amapá (95,2%) e Alagoas (92,2%).

 

Com informações do site Aratu Oline

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter