X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Pelo menos 62% da população teve emprego ou renda prejudicados na pandemia

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Pelo menos 62% da população teve emprego ou renda prejudicados na pandemia

Pesquisa PoderData realizada de segunda à quarta-feira desta semana (24-26) mostra que 62% da população teve o emprego ou fonte de renda afetados pela pandemia da covid-19. O número caiu 6 pontos percentuais em comparação a 1 mês antes, quando foi feito o levantamento anterior.

O dado inverso, de entrevistados que relatam não ter tido problemas econômicos, subiu na mesma medida: foi de 30% para 36%. O grupo que diz não saber responder à pergunta permanece numericamente igual, em 2%.

No quesito de inadimplência, 60% dos entrevistados afirmaram que deixaram de pagar alguma conta no último mês em função da crise do novo coronavírus, enquanto 35% afirmaram que não tiveram esse problema. Aqui também o resultado indica melhora em comparação ao mês anterior, quando 67% tinham deixado de pagar contas e 31% relatavam que não.

Esta pesquisa foi realizada no período de 24 a 26 de maio de 2021 pelo PoderData, a divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Foram 2.500 entrevistas em 462 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

POR: TERRA BRASIL NOTÍCIAS

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter