X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Programa Caminhos da Reportagem aborda importância das bibicletas

Programa Caminhos da Reportagem aborda importância das bibicletas

Segundo a Associação Nacional de Transportes Públicos, o Brasil tem aproximadamente 70 milhões de bicicletas.

O programa Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, da EBC, mostra hoje (30) os diversos usos da bicicleta e como esse meio de transporte tão antigo é considerado uma das principais alternativas para desafogar o trânsito nas grandes cidades.

Segundo a Associação Nacional de Transportes Públicos, o Brasil tem aproximadamente 70 milhões de bicicletas.

Para Raphael Dorneles, que atua na associação civil Rodas da Paz, “houve um aumento do número de ciclistas chegando nas cidades – talvez um aumento nas regiões mais ricas – porque nas regiões mais pobres sempre houve ciclistas”, explica.

Para muitos, as bikes são o principal meio de transporte. Outros preferem usá-las para a prática de esportes ou lazer. E, ainda, há aqueles que decidem ir mais longe: usam a bicicleta até para viagens internacionais.

Foi com uma bicicleta doada pelo projeto Pedal Cidadão, de Taguatinga (DF), que o catador de recicláveis João Miranda realizou o sonho de viajar.

“Sempre treinei muito aqui no Brasil, aí quando foi em 2018 eu saí daqui, fui pra Minas, fui pro Rio Grande do Sul, consegui chegar ao Paraguai. Atravessei o Paraguai devagarzinho, pedalando sozinho”. Ele conta que nessa viagem também conheceu a Bolívia e o Peru.

O programa acompanhou pessoas que fizeram da bike seu instrumento de trabalho: entregadores que pedalam cerca de 12 horas por dia e se arriscam entre carros e ônibus para atender pedidos feitos por aplicativos e, ainda, o jornalista Afonso Morais, o bike repórter, que percorre as ruas de Brasília em busca de notícias para os ouvintes de uma rádio local.

Entrevistados falam sobre mobilidade, segurança, a estrutura destinada ao trânsito de ciclistas, a convivência entre quem pedala e quem dirige.

O programa traz a história do estudante Raul Aragão, que morreu em 2017 após ser atropelado enquanto pedalava em uma das principais avenidas de Brasília.

“Andar de bicicleta é muito mais antigo do que andar de carro. É uma condição muito mais próxima da forma que essencialmente as pessoas se deslocam”, explica Paulo César Marques da Silva, professor de engenharia de tráfego da Universidade de Brasília.

“Não é justo que o automóvel, com seus 120 anos de existência, sequestre este espaço só para si e exclua todos os outros usuários do espaço de circulação”, completa.

O programa também mostra os apaixonados pelas bicicletas. Entre eles estão os integrantes do grupo Rebas do Cerrado, o casal Eduardo e Sônia Matos e o atleta Abraão Azevedo.


Ficha técnica
Reportagem: Ana Graziela Aguiar
Produção: Ana Maria Passos, Cintia Vargas, Naitê Almeida e Pâmela da Conceição (estagiária)
Apoio à produção: Flávia Lima
Imagens: Rogerio Verçoza e Sigmar Gonçalves
Apoio às imagens: Osvaldo Alves
Auxílio técnico: Dailton Matos e Edivan Viana
Apoio: Alexandre Souza, José Carlos Soares Raimundo Nunes e Thiago Pinto
Edição de texto: Suzana Guimarães
Edição de imagens e finalização: André Eustáquio
Arte: Eudes Lins

 

Com informações do site Agência Brasil

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados