X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Região afetada pelo desastre de Fundão deve receber meio bilhão em recursos, segundo o governo

Região afetada pelo desastre de Fundão deve receber meio bilhão em recursos, segundo o governo

Toda a verba é da Fundação Renova, que é a responsável pela reparação dos danos causados pela Mineradora Samarco.

Cidades capixabas afetadas direta ou indiretamente pelo rompimento da barragem de Fundão, em Minas Gerais, vão receber R$ 460 milhões em recursos. O anúncio foi feito pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.

Os recursos são da Fundação Renova, que é a responsável pela reparação dos danos causados pela Mineradora Samarco com o rompimento da barragem em novembro de 2015, em Mariana, no estado mineiro.

Segundo o comunicado do governador, a verba vai ser usada na melhoria de estradas e escolas atingidas. Vão ser R$ 365 milhões para rodovias estaduais, R$ 92 milhões para escolas e mais R$ 3 milhões para o programa Residentes.

“A pavimentação das rodovias ES-440, ES-010 e ES-248 ajudará o turismo e a pesca. Os recursos serão repassados ao Governo do Estado que fará as obras através do Departamento de Edificações e Rodovias (DER). São investimentos importantes para viabilizar a região. Estamos lutando para que as comunidades tenham meios de sobrevivência. Também foram aprovados a construção, reforma e compra de equipamentos de informáticas para escolas dos municípios da região atingida”, esclareceu o governador Renato Casagrande.

Os municípios capixabas que vão ser beneficiados são Marilândia, Baixo Guandu, Colatina, Linhares, Aracruz, São Mateus, Conceição da Barra, Fundão, Serra e Sooretama.

A verba

O governo estadual detalhou onde toda a verba vai ser usada. Do recurso total, R$ 34,63 milhões vão ser aplicados na manutenção de escolas do estado e R$ 58 milhões na escolas municipais. As contempladas são EEEFM Vila Regência e EMEF Profª Urbana Penha Costa, com R$ 5,50 milhões (Linhares); EEEF Regina Bolssanello Fornazier, EEEFM Candido Portinari e EEEFM Armando Barbosa Quitiba: R$ 9,898 milhões (Sooretama); EEEM Prof. Joaquim Fosneca, EEEFM José Carlos Castro e EEEFM Augusto Oliveira: R$ 19,229 milhões (Conceição da Barra).

Já as rodovias anunciadas pelo governo são a ES-440, trecho BR- 101 / ES-010 (32,20km), no valor de R$ 145 milhões; ES-010 no entroncamento com a ES-445 (32,6km), com o investimento de R$ 131 milhões; e ES-248 no entroncamento com a ES-356 (29,81km), custando R$ 91,1 milhões. O valor a ser aplicado nas estradas é referente às obras e desapropriações.

 

Com informações do site Folha Vitória

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados