X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Roger valoriza boa atuação, critica calendário brasileiro e explica opção por Fernandão

Roger valoriza boa atuação, critica calendário brasileiro e explica opção por Fernandão

O treinador também explicou a opção por barrar Gilberto e lançar Fernandão na equipe titular.

O Bahia saiu na frente do Cruzeiro, mas acabou cedendo o empate ao time mineiro, quando tinha um jogador a mais na partida, na noite deste domingo (3), no Mineirão, pela 30ª rodada do Brasileirão. Apesar disso, Roger Machado afirmou que o Esquadrão não deixou de ganhar dois pontos e comemorou o retorno do bom desempenho da sua equipe, que vinha de três derrotas seguidas.

“Pelas circunstâncias que atravessamos no campeonato, eu diria que comemoramos pela nossa atuação. O Cruzeiro conseguiu o empate no placar com uma boa jogada individual. Não considero que perdemos dois pontos, apesar que poderíamos ter conquistado o triunfo. Voltamos ao nível que estamos mais habituados a fazer. Podemos comemorar ter voltado ao Campeonato após essa tempestade que estávamos passando”, salientou Roger.

Questionado sobre à queda de rendimento do Bahia, que venceu apenas um jogo nas últimas oito partidas, o técnico viu com naturalidade por conta da sequência de jogos e aproveitou para criticar o calendário do futebol brasileiro.

“A gente sabe que, principalmente pegando esse recorte, ele coincide com o calendário apertado de quarta e domingo. É tão visível que eu não sei como não se organiza um campeonato melhor. Esse calendário não é bom, é preciso mexer. Se a gente organizar um campeonato de alto nível, permitindo que tenha descanso para os atletas renderem, garanto que teremos um dos melhores campeonatos do mundo em 10 anos. É natural, muitos times estão oscilando. Não temos um grupo com tantos jogadores à disposição. Era natural essa queda de rendimento, sabíamos que poderia acontecer”, afirmou Roger Machado.

O treinador também explicou a opção por barrar Gilberto e lançar Fernandão na equipe titular. Roger, inclusive, deu a entender que deve continuar com o camisa 20 nas próximas partidas.

“O Gilberto vinha instável, nos ajudou muito, tem sido muito importante, mas acho que era justo oferecer uma oportunidade ao Fernando de iniciar o jogo, devido à instabilidade do Gilberto. É justo que eu dê uma sequência ao Fernando nesse momento, e que o Gilberto passe a retomar a confiança vindo do banco”, explicou.

Com o resultado, o Bahia caiu para a 10ª colocação, com 42 pontos conquistados. Na próxima rodada, o time terá a Chapecoense, na quinta (3), às 21h30, na Arena Fonte Nova.

 

Com informações do site Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados