X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Smed critica mudança de carga horária da rede estadual de ensino: 'Qual o objetivo?'

Smed critica mudança de carga horária da rede estadual de ensino:

Para o titular da Smed, a pasta estadual está sem rumo.

Secretário de Educação de Salvador, Bruno Barral criticou a mudança da carga horária promovida pelo governo da Bahia na rede de ensino estadual (leia mais aqui). A partir de 2020, em vez de 800h, o horário será ampliado para mil horas. Para o titular da Smed, a pasta estadual está sem rumo.

“O que eu espero é que a qualidade melhore. Não é só quantidade: é qualidade. O que meu preocupa muito é a falta de rumo, de uma diretriz única no estado. Isso me preocupa bastante”, criticou, em entrevista ao Bahia Notícias.

Barral ainda indicou que a rede municipal não fará essa alteração. “A rede municipal hoje já tem a grande maioria das intervenções em termos de carga horária, de grade e currículo. Já está muito bem adequada. Está muito organizada. Os números mostram que a rede municipal de Salvador evolui a passos largos e o estado está parado desde 2005, que é a mesma coisa”, desaprovou.

O secretário também questionou de qual forma essa alteração será feita. “A pergunta que se tem que fazer é: vai aumentar, mas qual o objetivo? Esse ano temos o Ideb. Estão se falando para mexer para o ano que vem. E para esse ano? O povo espera”, pontuou.

Segundo a SEC, o “estado também já estuda como acontecerá a adequação da carga-horária para o atendimento à Legislação Federal e deverá realizar consulta pública para a construção da etapa do Ensino Médio para o 'Currículo Bahia', respeitando a diversidade dos Territórios de Identidade”.

Ainda de acordo com o governo, a medida atende à determinação do governo federal, por meio da Lei de Diretrizes e Bases (LDB), no contexto de implementação do Novo Ensino Médio e cumprimento da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

 

Com informações do site Bahia Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Artigos Relacionados